Cadastro de e-mail  OK       Cadastre-se e receba notícias sobre cursos, eventos e muito mais.

depoimentos
Depoimentos
Palavras não traduzem a integração que ocorre entre os participantes da formação do Curso de Integração Craniossacral.  Podemos  dizer  que  todos fundem-se em único ritmo de harmonia  e sensação  de leveza. É  o olhar,  perceber,   sentir, integrar   e entregar-se para a descoberta do  ser!

Célia Zeri - Professora  e  terapeuta craniossacral
Sinop- MT

Palavras...

Histórico: Bebê pré termo, baixo peso, pouco líquido amniótico, placenta pequena. Parto normal. Não chorou ao nascer. Com 04 dias teve parada respiratória.
Cliente não é capaz de acessar memória antiga ou reter memória recente, fazer escolhas, emitir opiniões,  tem dificuldade de aprendizado. Separação dos pais na infância. Mãe foi embora para os E.U.A. Foi criado pelo pai. Está em tratamento há 01 ano, com sessões semanais.

Ao inciar o tratamento notei que o William não tinha ritmo craniossacral, apenas pulsação.
Já na terceira sessão começou a lembrar de pequenos detalhes de rotina de preparo antes de iniciar cada sessão, como  tirar o relógio,tirar o tenis, desligar o celular, etc.
O interessante é que ele sempre queria que começasse pela cabeça porque era muito bom.

No 2º mes o ritmo craniossacral tornou-se nitido e o William começou a ficar mais independente. Nos meses seguintes começou a contar do trabalho e a lembrar alguma coisa da infancia, sempre com resoluções somatoemocionais.
Começou também a falar na mãe que mora nos E.U.A. e que conversa com ela pela internet.
Um acontecimento no 6º mes trouxe-o angustiado e contando novidades, que resumindo foi o amadurecimento sexual. Com esse amadurecimento a memória de infancia começou a intercalar com acontecimentos atuais, e após um atendimento onde ocorreu uma resolução somatoemocional com descargas do sistema nervoso (tremores generalizados     em todo corpo), começou ser capaz de descrever os episódios com detalhes e em cores. Contou-me que o medo diminuiu bastante.

Atualmente está fazendo planos de ir para os E.U.A. ver a mãe e passar as férias com ela.
Continua tocando guitarra e bateria cada vez melhor, fazendo planos de comprar um carro (já possue CNH) e dando pareceres sobre varios assuntos.
William continua em tratamento com sessões quinzenais.
 
 Terapeuta: Noely Regina Carneiro Santos
 Cidade: Campos do Jordâo
 Email: noreca2@hotmail.com

William Araújo Silva 20 anos

Depoimentos A progressiva imersão no "Estado de Quietude" que vivenciamos no Curso de Integração Cranio-Sacral, nos permite conduzir os Atendimentos em contacto com " o Ser que em Nós Respira". Esta é uma Experiencia/Descoberta, que ainda não havia sentido usando outras técnicas Terapeuticas complementares/vibracionais.

Marina Amaral, testemunha de Aluna do Curso de Cranio-Sacral.

Marina Turrin

Conheci o Fabio em Outubro de 2008 na UNIP, durante o meu estágio de Fisioterapia, atendendo a clientes com problemas neurológicos e ele era um dos pacientes com paralisia cerebral. O Fabio teve um problema de falta de oxigênio depois do nascimento, e ficou cerca de 35 minutos sem respirar, depois foi internado, passando pela UTI e se recuperou. Posteriormente teve outros problemas graves como sangramento por todos os orifícios do corpo, e frequentemente tem várias crises nervosas durante o dia, quando as pessoas estão conversando com ele, ou fazendo alguma afirmação contraditória ao que ele está fazendo. Ele também tem crises de clonus e fica com este sintoma por alguns minutos, algumas vezes ao dia. A paralisia cerebra no Fabio manifesta-se com espasticidade nos membros inferiores, sendo que nos membros superiores, os dedos das mãos ficam totalmente esticados, mas ele consegue fazer qualquer coisa que uma pessoa normal faz com as mãos e os braços. Com as pernas, entretanto, ele não tem a mesma facilidade, pois os músculos estão todos espasticos. O Fabio tem tambem hipereflexia do reflexo patelar, caminha com andador e arrasta os pes. Quando ele vai ao banheiro fazer as necessidades, sua mae tem que ir junto para higieniza-lo depois de cada ação. (Esta era a situação do Fábio em Novembro de 2008.) Em Novembro, depois de algumas sessões de Fisioterapia, decidi convidar o Fabio para ir a minha clinica, onde iniciareamos um trabalho de terapia Integração Craniossacral ou eu tentaria outras alternativas, alem da Fisioterapia. Ele aceitou o convite e começou a frequentar a clínica, mas somente aos sábados pela manhã pois o pai não pode leva-lo outro dia da semana. Começamos o tratamento, e a evolução do Fabio foi fantástica. Algumas mudanças foram instantâneas e foram todas se consolidando uma após a outra. O Fábio não teve mais as crises nervosas, nem as crises de clonus, e o acontecimento mais importante foi tornar-se independente no uso do banheiro e sua mão necessita mais ir higieniza-lo, ele faz tudo por sua conta. Sem dúvida foram grandes evoluções, mas mais do que isto, o Fabio passou a caminhar com a muleta canadense e não quer mais saber do andador. Esta foi a primeira vez que isto aconteceu na sua vida e seus pais estão entusiasmados com a evolução, e até hoje continuamos com as nossas sessões de craniossacral aos sábados. No seu caminhar houve outra evolução: hoje ele consegue elevar os calcanhares quando muda os passos, coisa que não acontecia quando ele andava com o andador. Paulo Isola, fisioterapeuta
Depoimento de Paulo Isola

Os resultados da terapia de integração craniosacral sobre mim têm sido fantásticos. Quando comecei o tratamento com a Iskaan (Alinete) sentia muitas dores. Devido a um esporão calcâneo, uma epicondilite e nervo ciático muito inflamado, todos do lado esquerdo. Sentia dores de cabeça quase diárias ao acordar e também dores lombares de vez em quando. Durante o tratamento com a craniosacral fui a um reumatologista que me diagnosticou fibromialgia. Persisti na terapia craniosacral porque comecei a sentir melhoras sem tomar medicamentos. A cada sessão pude perceber como meu corpo respondia e me mostrava posturas incorretas e que com movimentos adequados poderia corrigir posturas que me faziam sentir dores. Fiquei impressionada em perceber meu corpo responder a leves toques da terapeuta e, principalmente, como me vieram lembranças de acontecimentos passados onde em situações traumáticas eu havia registrado no meu corpo as reações. Pude reconhecer como é importante nos darmos um tempo para que a mente e o corpo se harmonizem. Tudo o que preciso para me sentir bem está em mim mesma. A participação da terapeuta é fundamental para que eu encontre o caminho. As conversas que temos antes e após as sessões também são importantes para alinhar meu comportamento no dia a dia com minha determinação em ficar boa. Neste período passei pelo desencarne de duas pessoas queridas e não tenho dúvidas do quanto a terapia me ajudou a enfrentar estas perdas. Tenho hoje uma clareza maior sobre minha missão nesta vida. Estou aprendendo a equilibrar minhas diferentes atividades e a me dedicar a cada uma delas o suficiente para que possam ser bem realizadas. Não sofro mais tanto por não ter dado conta de alguma coisa. Consigo perceber a finitude da vida material e a infinitude da vida espiritual. Neste momento não sinto nenhuma dor. Quando alguma dor vem, já consigo me posicionar de modo a minimizá-la até o completo desaparecimento Tenho convicção que a Terapia da integração craniosacral poderá me indicar como conquistarei minha auto-cura e uma boa qualidade de vida. Estou no caminho e me sentindo melhor equipada para superar as dificuldades inerentes à vida. Agradeço a oportunidade de estar fazendo a terapia e desejo que todas as pessoas que necessitam de ajuda possam chegar até ela. Carmen Correia Brasília-Asa Norte
Depoimento de Carmen Correia

1 2
Integração Craniossacral®
Rua Batatais 262 - Jardins São Paulo - SP Fones: (11) 3051 2068
E-mail: cursos@integracranio.com.br
home o que é quem somos encontre um terapeuta agenda cursos artigos e referências depoimentos atendimento